terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Um Belo Dia Em Que Traguei Natureza

"Loucamente vem a vontade de por no papel
 Opiniões várias sobre o que foi meu dia
 Versos ritmados, orquestrados, como um carrosel
 Tentando explicar a sensação de minh'alma que ria


 A chapação total via mental em mim se perfazia
 Boas coisas se formando, juntando-se ao léu
 Lembro dos dois Chicos, os Tons, Marleys alegrando o dia
 De mim havia tudo de bom contrário à tirania do quartel


 A fantasia e a esperança pondo o ódio como réu
 Só positivas vibrações vibrando contra a tirania
 Meu corpo pulsando amor, estava louco para fazer poesia


 Feliz, assim, encontrei-me numa leve nostalgia
 Pois realizei que quando criança eu sentia essa magia
 Enfim, por que não legalizar o que me faz sonhar com a humana harmonia?"

2 comentários:

  1. clap! clap! pra você, poeta bandeiroso :)

    ResponderExcluir
  2. Irmão, vamos publicar isso.
    Parabéns! Vou ajudar a divulgar. Beijo.

    ResponderExcluir